Facebook Twitter RSS Google Plus

Fotos do Acidente do Hindenburg

Hindenburg

O acidente do Hindenburg
Há 75 anos, no dia 6 de maio de 1937, o dirigível Hindenburg explodiu em chamas durante o pouso na cidade de Lakehurst, próxima à Nova Iorque, Estados Unidos. Após este acidente no qual morreram 36 pessoas (35 que estavam a bordo e 1 em terra), a era dos dirigíveis usados no transporte de pessoas chegava ao fim.
Na foto, o Hindenburg sobrevoa Manhattan poucas horas antes do acidente fatal.
Foto: AP via The Atlantic

Hindenburg
construção do Hindenburg

A construção do Hindenburg
Funcionários aplicam tratamento químico à superfície do LZ 129 Hindenburg no enorme hangar da empresa alemã Zeppelin Luftschifftechnik GmbH, em Friedrichshafen. Em comparação com o Hindenburg, os trabalhadores parecem miniaturas.
Foto: San Diego Air & Space Museum via The Atlantic

construção do Hindenburg
Hindenburg

A origem do nome Hindenburg
A estrutura de duralumínio do "LZ 129", o novo dirigível alemão, sob construção em Friedrichshafen. Mais tarde, o dirigível receberia seu nome em homenagem ao marechal Paul von Hindenburg, presidente da Alemanha à época.
Foto: Deutsches Bundesarchiv/Arquivo Federal Alemão via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

Viagem de dirigível
O Hindenburg despeja água para proporcionar um pouso mais suave em Lakehurst, Nova Jérsei, no dia 9 de maio de 1936. O dirigível fez 17 viagens de ida e volta sobre o oceano Atlântico em 1936 (inclusive para o Rio de Janeiro e Recife), transportando em conforto 2.600 passageiros a velocidades de até 135 km/h. A empresa Zeppelin iniciou a construção do Hindenburg em 1931, bem antes de Adolf Hitler ser nomeado chanceler alemão. Durante seus 14 meses em operação, o Hindenburg era obrigado a voar com a nova bandeira alemã, a suástica do Partido Nazista.
Foto: AP via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

Decolagem
Espectadores e equipe de solo se juntam em torno da gôndola do Hindenburg enquanto o dirigível se prepara para decolar da base naval de Lakehurst, a 11 de maio de 1936, em viagem de volta à Alemanha.
Foto: AP via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

Sala de jantar
Foto colorida mostra a sala de jantar do Hindenburg.
Foto: Deutsches Bundesarchiv/Arquivo Federal Alemão via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

Sala de jantar
Passageiros na sala de jantar do Hindenburg, em abril de 1936.
Foto: OFF/AFP/Getty Images via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

Hindenburg em Lakehurst
O gigante Zeppelin Hindenburg, em Lakehurst (maio de 1936). A Bandeira Olímpica no Hindenbrug promovia os Jogos Olímpicos de Berlim de 1936.
Foto: OFF/AFP/Getty Images via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

Hindenburg no hangar
O Hindenburg atraca no hangar da marinha americana, com seu nariz preso à torre móvel de amarração, em Lakehurst, no dia 9 de maio de 1936. O dirigível rígido acabara de fazer sua primeira viagem à América do Norte, além de estabelecer o novo recorde de travessia do Atlântico - 61hs40min.
Foto: AP via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

Hindenburg no hangar
Zeppelin Hindenburg visto de trás, com o símbolo da suástica em sua asa traseira, ao atracar no hangar da base naval de Lakehurst, a 9 de maio de 1936.
Foto: AP via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

Mais leve que o ar
O Hindenburg sobrevoa a equipe de solo na base naval de Lakehurst, Nova Jérsei.
Foto: Cortesia Boston Public Library, Leslie Jones Collection via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

Hindenburg sobre Manhattan
Em direção à Lakehurst, o Hindenburg passa perto do edifício Empire State em Manhattan no dia 8 de agosto de 1936, vindo da Alemanha.
Foto: AP via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

Cozinha
Cozinheiro prepara refeições na moderna cozinha elétrica do Hindenburg.
Foto: AP via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

Sala de estar
Passageiros contemplam a vista a partir das janelas com aberturas da sala de estar do Hindenburg.
Foto: Nationaal Archief/Spaarnestad via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

Hindenburg sobre Nova Iorque
O Hindenburg sobrevoa a ilha de Manhattan, em Nova Iorque, no dia 6 de maio de 1937, poucas horas antes do desastre em Lakehurst.
Foto: AP via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

O Acidente do Hindenburg
O dirigível alemão Hindenburg, momentos antes do acidente ao tentar pousar na base naval de Lakehurst, Nova Jérsei, no dia 6 de maio de 1937.
Foto: AP via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

O Acidente do Hindenburg
Por volta das 19:25 hs do horário local, o Zeppelin Hindenburg explode em chamas ao se aproximar da torre de amarração da base naval de Lakehurst, Nova Jérsei, no dia 6 de maio de 1937. O balão dirigível estava a uma altura aproximada de 60 metros.
Foto: Murray Becker/AP via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

O Acidente do Hindenburg
Rapidamente, o Hindenburg foi tomado pelas chamas - demorou menos de um minuto desde os primeiros sinais do problema até o desastre completo. Esta foto capta o momento entre a segunda e terceira explosões antes do dirigível atingir o solo.
Foto: AP via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

O Acidente do Hindenburg
Com a queima do gás hidrogênio das células traseiras, o Hindenburg perde a flutuação e cai no chão, provocando uma língua de fogo que atravessa o balão e escapa pelo nariz. Apavorados, os membros da equipe de solo tentam fugir das chamas.
Foto: AP via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

O Acidente do Hindenburg
Parte do vídeo exibido em documentário da época que mostra a dianteira em chamas do Hindenburg atingindo o chão enquanto passageiros e tripulantes correm para salvar suas vidas. Vídeo completo aqui (legendas em inglês).
Foto: Archive.org/Prelinger Archives/Pathé via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

O Acidente do Hindenburg
Um sobrevivente escapa da estrutura destruída do dirigível Hindenburg. Nota: esta é uma foto restaurada da original.
Foto: AP via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

O Acidente do Hindenburg
Destroços do Hindenburg em Lakehurst, Nova Jérsei, no dia 6 de maio de 1937.
Foto: Murray Becker/AP via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

Sobreviventes do Hindenburg
O Major Hans Hugo Witt da Força Aérea Alemã, gravemente ferido na tragédia do Hindenburg, é transferido do Hospital Paul Kimball, em Lakewood, Nova Jérsei, para outro hospital da região, no dia 7 de maio de 1937.
Foto: AP via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

Sobreviventes do Hindenburg
Mulher sobrevivente não-identificada é conduzida para fora do local do acidente na base naval de Lakehurst, Nova Jérsei, no dia 6 de maio de 1937. Apesar da gravidade do acidente, 62 das 97 pessoas que estavam a bordo do Hindenburg conseguiram sobreviver.
Foto: Murray Becker/AP via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

Sobreviventes do Hindenburg
Adolf Fisher, um tripulante do Hindenburg, é transferido de ambulância do Hospital Paul Kimball em Lakewood, Nova Jérsei, para outro hospital da região, no dia 7 de maio de 1937.
Foto: AP via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

Destroços do Hindenburg
Dois homens inspecionam a estrutura metálica retorcida do Hindenburg, em Nova Jérsei (maio de 1937).
Foto: AP via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

Funeral
No dia 11 de maio de 1937, é realizado na cidade de Nova Iorque o funeral dos 28 alemães que perderam suas vidas na tragédia do Hindenburg. Cerca de 10.000 membros de organizações alemãs compareceram à cerimônia.
Foto: Anthony Camerano/AP via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

Funeral
Soldados alemães fazem a saudação nazista ao lado do caixão do Capitão Ernest A. Lehmann, o comandante do Hindenburg, durante o funeral na cidade de Nova Iorque no dia 11 de maio de 1937. Os caixões cobertos com a suástica nazista foram embarcados no navio SS Hamburg para serem levados de volta à Europa.
Foto: Anthony Camerano/AP via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

Sobreviventes do Hindenburg
Sobreviventes da tripulação do último voo do Hindenburg são fotografados na base naval de Lakehurst, Nova Jérsei, no dia 7 de maio de 1937. Rudolph Sauter, engenheiro chefe, ao centro com quepe branco; atrás dele está Heinrich Kubis, um comissário de bordo; Heinrich Bauer, segundo-oficial de convés, é o terceiro à direita, de quepe preto; e Werner Franz, 13, o grumete, ao centro da primeira fileira. Vários tripulantes do dirigível estão vestindo uniformes da Marinha dos Estados Unidos pois seus uniformes originais se queimaram enquanto fugiam do Hindenburg em chamas.
Foto: AP via The Atlantic

Hindenburg
Hindenburg

O fim de uma era
Vista aérea dos destroços do dirigível Hindenburg próximo ao hangar da base naval de Lakehurst, Nova Jérsei, no dia 7 de maio de 1937. Após a 2º Guerra Mundial, os dirigíveis nunca mais foram usados para o transporte de passageiros.
Foto: Murray Becker/AP via The Atlantic

Hindenburg
História
Notícias
Fotogalerias
1-4 de 12